CAMPUS UMUARAMA
    Página Inicial
Trinta e seis anos formando profissionais       

Umuarama, cidade situada no noroeste do Paraná com cerca de cem mil habitantes, pela posição de destaque no cenário estadual, foi escolhida para sediar um dos grandes projetos do casal Neiva Pavan Machado Garcia e Cândido Garcia, que, no início dos anos de 1970, veio de Tupã/SP disposto a contemplar esta região com investimentos em ensino superior. 

Percebendo que a região tinha grande potencial de desenvolvimento, adquiriram um colégio de freiras para instalar, em 1972, a primeira faculdade da cidade: a FAFIU (Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Umuarama). A mantenedora – APEC (Associação Paranaense de Ensino e Cultura) – foi instituída um ano antes (em 25 de janeiro de 1971). 

Com cursos de licenciatura – Pedagogia, Matemática, Estudos Sociais e Letras – já que a primeira grande missão da Instituição era formar professores para as escolas que, na grande maioria, tinha corpo docente leigo, a FAFIU experimentou um crescimento e um reconhecimento rápido. O fato inspirou o casal a expandir o projeto. A partir daí, não parou mais. 

Acompanhe a cronologia:
 

1971 Instituída a entidade mantenedora APEC (Associação Paranaense de Ensino e Cultura)

1972 Nasce a FAFIU (Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Umuarama)

1980 Surge a FACEU (Faculdade de Ciências Administrativas, Contábeis e Econômicas de Umuarama), inicialmente com o curso de Administração e, um ano depois, com Ciências Contábeis e Ciências Econômicas

1980 Também neste ano surge a FADU (Faculdade de Direito de Umuarama), com o curso de Direito

1985 Os bons resultados no ensino começam abrir também caminhos para atividades de pesquisa e de extensão e para cursos de pós-graduação.

1989 A demanda cresce e mais uma faculdade é implantada: a FACISU (Faculdade de Ciências da Saúde de Umuarama), com o curso de Psicologia e, um ano depois, com Farmácia/Bioquímica

1990 Um passo importante é dado para a consolidação dos projetos dos dirigentes da Instituição: a criação da entidade FIAPEC (Faculdades Integradas da Apec), o que viria a ser o embrião da Universidade Paranaense – UNIPAR

1993 Reconhecimento pelo MEC das FIAPEC em Universidade Paranaense – UNIPAR, com caráter multicampi.

1994 A região clama por mais investimentos. Assim, o CAmpuI/Umuarama vai se adequando para abrir seu leque de cursos. Odontologia vem com grande força, atraindo para a cidade muitos estudantes de outras regiões do Paraná e dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

1996 O mesmo fez o curso de Medicina Veterinária. Nesse ano, sua criação originou a FACAT (Faculdade de Ciências Agrárias e Tecnológicas). O crescimento exigiu a ampliação do espaço físico, levando a UNIPAR a adquirir um grande terreno periférico (de 25 alqueires) para a implantação do Campus II (Campus Cruzeiro) 

1997 As boas perspectivas motivaram ousados investimentos em estrutura física: a UNIPAR inaugura um dos maiores e mais bem equipados hospitais veterinários do Brasil (com mais de cinco mil metros quadrados de área construída), no Campus II (Campus Cruzeiro), onde também é implantado um dos maiores hortos medicinais do Brasil (com trinta mil metros quadrados de área) 

1997 Para acompanhar o extraordinário crescimento do número dos cursos, e considerando a impossibilidade de expansão do Campus I, a UNIPAR adquire mais um terreno no centro da cidade (de 2,69 alqueires), onde constrói o Campus III (Campus Tiradentes) 

1999 A UNIPAR inaugura mais um prédio arrojado, onde instala uma ampla e confortável biblioteca, que se torna referência no Brasil, e um teatro, um dos maiores do Paraná  

Anos depois... uma série de obras remodelam e ampliam as instalações dos três Campi de Umuarama para abrigar laboratórios, clínicas e ambientes especiais de estudos, além de salas de aulas dos cursos de graduação e de pós-graduação, em nível lato sensu e stricto sensu, que foram sendo implantados